5 migrantes resgatados e 257 a bordo de um navio de resgate do Mediterrâneo, saiba mais

ANÚNCIO

Cinco migrantes resgatados que precisam de cuidados médicos foram transportados de um navio de resgate humanitário espanhol que navegava no Mar Mediterrâneo central e trazidos para solo europeu junto com o corpo de um menino de 6 meses, disse a guarda costeira italiana na quinta-feira.

Outros 257 migrantes resgatados e cinco corpos permanecem no navio Open Arms enquanto ele aguarda a designação de um porto para desembarque.

ANÚNCIO

Dos cinco evacuados, uma mãe, seu filho e um homem, todos em estado grave, foram levados a um hospital em Malta, disse a guarda costeira italiana. As outras duas mulheres, uma que está grávida de sete meses, e o corpo do bebê foram levados para a ilha italiana de Lampedusa.

5 migrantes resgatados e 257 a bordo de um navio de resgate do Mediterrâneo, saiba mais
Foto: (AP Photo/Sergi Camara)

No total, 263 migrantes que fugiram da Líbia na esperança de chegar à Europa em barcos inadequados foram resgatados pela Open Arms entre terça e quarta-feira de três naufrágios diferentes no Mediterrâneo.

Leia também: Reino Unido se torna o quinto país a ultrapassar 50.000 mortes por coronavírus

ANÚNCIO

A organização não governamental também recuperou os corpos de cinco pessoas depois que um dos barcos em perigo se desfez, enviando 116 pessoas ao mar, incluindo duas crianças. 

Em uma filmagem divulgada do dramático resgate de quarta-feira, uma mãe desesperada pode ser ouvida gritando e perguntando aos socorristas “Você viu meu bebê? … eu perco meu bebê! Por que eu? Por que meu bebê? ”

Leia também: É seguro ficar em hotéis durante a pandemia?

Apesar dos esforços dos médicos, um menino de 6 meses da Guiné chamado Joseph, faleceu pouco depois de ser resgatado, disse o Open Arms, elevando o número de mortos para seis. O grupo havia inicialmente relatado erroneamente que o bebê morto era uma menina.

5 migrantes resgatados e 257 a bordo de um navio de resgate do Mediterrâneo, saiba mais
Refugiado resgatado e feliz por se encontrar em situação de segurança. AP Photo/Sergi Camara)

A porta-voz da Open Arms, Laura Lanuza, disse que o navio de resgate se dirigia para as águas territoriais italianas e estava aguardando a atribuição de um local seguro para desembarcar as outras pessoas resgatadas.

Fique por dentro: Agência de saúde da ONU jura ‘responsabilidade’ na pandemia

Neste ano, mais de 575 migrantes e requerentes de asilo morreram no Mediterrâneo Central tentando chegar à Europa, de acordo com a Organização Internacional para as Migrações.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: APNews

ANÚNCIO