2020 está a caminho de ser o segundo ano mais quente da história

ANÚNCIO

Este ano está em curso para ser um dos três mais quentes já registrados, as Nações Unidas disseram na quarta-feira, enquanto o chefe da ONU alertava que o mundo estava à beira de uma “catástrofe climática”.

Os últimos seis anos, de 2015 a 2020, devem perfazer os seis anos mais quentes desde que os registros modernos começaram em 1850, disse a Organização Meteorológica Mundial (OMM) da ONU em seu relatório provisório do Estado do Clima Global para 2020.

ANÚNCIO

O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, disse que o relatório de 2020 explica “o quão perto estamos da catástrofe climática”

2020 está a caminho de ser o segundo ano mais quente da história
Foto: (Reprodução/ Internet)

Incêndios e inundações apocalípticos, ciclones e furacões são cada vez mais a nova normalidade“, disse ele em um discurso na Universidade de Columbia em Nova York sobre o estado do planeta.

Leia também: O aquecimento global pode tornar os vírus mais difíceis de matar

ANÚNCIO

O Acordo de Paris de 2015 sobre mudança climática pede um limite para o aquecimento global bem abaixo de dois graus Celsius acima do nível pré-industrial (1850-1900), enquanto os países envidarão esforços para limitar o aumento a 1,5 C.

Década mais quente

2020 está a caminho de ser o segundo ano mais quente da história
Foto: (Reprodução/ Internet)

A OMM disse que 2020 parecia em vias de ser o segundo ano mais quente de todos os tempos.

Os anos de 2015 a 2020 são, portanto, individualmente “provavelmente os seis mais quentes já registrados”, disse o relatório.

Saiba mais: Até as partes mais profundas dos oceanos estão começando a aquecer lentamente

As médias de temperatura nos últimos cinco anos e no último período de 10 anos “também são as mais quentes já registradas”, acrescentou.

Neville Nicholls, da Monash University em Melbourne, disse que isso era “uma prova da aceleração do aquecimento global“.

Incêndios florestais

O calor no norte da Sibéria atingiu 38° C em Verkhoyansk em 20 de junho, provisoriamente a temperatura mais alta conhecida em qualquer lugar ao norte do Círculo Polar Ártico.

A fase fria La Niña deste ano do ciclo de temperaturas da superfície do Oceano Pacífico levantou a questão de quão quente 2020 poderia ter sido. Lembrando também dos incêndios na Amazônia nesse ano. 

2020 está a caminho de ser o segundo ano mais quente da história
Foto: (Reprodução/ Internet)

A OMM disse que mais de 80% da área do oceano experimentou pelo menos uma onda de calor marinha até agora em 2020.

Fique por dentro: Um futuro sustentável e sem pobreza é possível para toda a humanidade, revela estudo

Recentemente, o nível do mar subiu a uma taxa mais elevada devido, em parte, ao aumento do degelo das camadas de gelo na Groenlândia e na Antártica“, disse o relatório.

“No Ártico, a extensão mínima anual do gelo marinho foi a segunda mais baixa já registrada.”

2020 está a caminho de ser o segundo ano mais quente da história
Foto: (Reprodução/ Internet)

Enquanto isso, um recorde de 30 tempestades nomeadas, incluindo 13 furacões, se formaram no Oceano Atlântico, exaurindo o alfabeto e forçando uma mudança para o alfabeto grego pela segunda vez.

Fique por dentro: Novo estudo revela que o aquecimento global está afetando as temperaturas noturnas de maneira diferente

O relatório provisório do Estado do Clima Global para 2020 é baseado em dados de temperatura de janeiro a outubro.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: ScienceAlert

ANÚNCIO