DJI e a sua privacidade: o lado obscuro dos drones

Drones aéreos não tripulados são divertidos; eles são usados ​​para muitas coisas, como capturar vídeos e fotos incríveis para seus vlogs e cerimônias ou simplesmente usados ​​por diversão. No entanto, há um lado sombrio sobre os drones. E se chegarmos a um ponto em que eles estão sendo usados para espionar você, mesmo sem você saber que eles estão por perto?

DJI e seu domínio no mercado de drones

Se você já viu, voou ou comprou um drone, provavelmente é dos quadricópteros da DJI. A empresa chinesa se firmou com tanto sucesso no mercado de drones que não é difícil acreditar que os drones que você vê voando por todo o mundo vieram deles.

Isso foi confirmado a partir de um recurso da Bloomberg Businessweek.

Por que você deveria achar que é uma ferramenta usada para espionar pessoas? A resposta não é tão simples como muitos acreditam que seja.

Isso se deve às decisões questionáveis ​​do CEO Frank Wang sobre o uso de seus drones e as parcerias com governos de todo o mundo para usar seus produtos para outros fins que não o mero entretenimento.

Blake Schmidt e Ashlee Vance, que relataram o caso, explicam que o implacável ciclo de produtos da DJI e os preços agressivos dificultavam o lucro da empresa. Ela adotou algumas medidas drásticas para que conseguisse estabelecer o domínio nesse mercado.

ANÚNCIO

Como preencher um fórum on-line com comentários negativos de contas falsas sobre a EHang, que é outra empresa chinesa que trabalha com diferentes drones, além de vasculhar vídeos do YouTube sobre a Yuneec, empresa que fabrica quadricópteros.

DJI Drone

Escolhas questionáveis, de fato

Em 2017, a DJI anunciou que concordava em fornecer drones às autoridades de Xangai, onde mais de um milhão de uigures estão em vários níveis de cativeiro para serem submetidos a “reeducação” pelo Partido Comunista da China ou PCC.

Os dois também foram informados de que a tecnologia de rastreamento de controle de tráfego aéreo da DJI poderia ter sido implementada por causa de sua interação com o PCC.

Aqui está o que eles disseram sobre isso: “Embora não seja recomendado – ou, na maioria dos casos, legal – é tecnicamente possível pilotar os drones da DJI a até 6 quilômetros de distância.”

Alguém na China estava fazendo exatamente isso – e o drone quase colidiu com um avião de combate da Força Aérea do Exército de Libertação Popular, de acordo com duas pessoas familiarizadas com o incidente de 2016, que falaram sob condição de anonimato porque não estavam autorizadas a discuti-lo.

O piloto de caça pousou e ficou furioso. Ele verificou as filmagens de uma câmera montada no avião para ver se ela tinha capturado imagens do dispositivo, e ela tinha. Os militares levaram as fotos para a DJI e exigiram saber de quem era o drone.

A DJI declarou que não tinha um banco de informações específicas e poderia fornecer apenas uma idéia geral de dispositivos próximos a esse local, de acordo com uma das pessoas familiarizadas com o assunto.

O governo insistiu que a DJI criasse um tipo de banco de dados de controle de tráfego aéreo que possa identificar e monitorar drones voando na China.

Embora Wang, de acordo com ex-funcionários, não seja um grande fã das forças armadas, ele criou esse sistema, em vez de fazer o governo tentar construí-lo, diz uma das pessoas.

Agora que você sabe do que os drones são capazes, talvez seja hora de aumentar sua segurança o máximo possível para impedir que informações indesejadas de sua vida pessoal sejam divulgadas e poder aproveitar sua privacidade mais uma vez neste mundo digital nosso.

Traduzido e adaptado pela equipe SM

Fontes: Tech Times, Bloomberg

 

ANÚNCIO